Início » Polícia Civil já cumpriu 15 medidas cautelares em escolas de Mato Grosso do Sul

Polícia Civil já cumpriu 15 medidas cautelares em escolas de Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul

19 de abril de 2023

Coletiva contou com diversas forças de segurança do Estado – Foto: Gerson Oliveira / Correio do Estado

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul já realizou 15 medidas cautelares nas escolas de Mato Grosso do Sul. A informação foi confirmada pelo Delegado-geral da corporação, Roberto Gurgel de Oliveira Filho durante a coletiva de imprensa realizada na sede da Academia da Polícia Civil nesta terça-feira (18).

Questionado sobre as posturas e ações policiais após a ameaça de um possível massacre planejado por um acadêmico da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) no início da tarde, o delegado salientou as medidas policiais para acompanharem os fatos. “Essas ações fizeram com que não só a polícia, mas os órgãos de governo pudessem se atentar para isso”, frisou.

Gurgel salientou que em meio a boatos e confirmações de casos, a Polícia Civil instaurou um gabinete de crise no caso citado.

“Com todas as informações reunidas, fomos até a instituição de ensino para que os caso fosse apurado. Todas as informações que nos chegam são imediatamente comunicadas à Polícia Civil e a Polícia Militar que por sua vez se deslocam ao locais para apurarem os fatos.

De acordo com a Polícia Civil, as abordagens também se estendem em casos que envolvem internet e redes sociais.”A grande maioria dos casos são de pessoas que querem ampliar o caos e a sensação de insegurança e cabe a nós enquanto forças de segurança atuar contra isso.”, finalizou.

Do mesmo modo, o Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco), por meio da delegada Ana Cláudia Medina, destacou que apesar das ocorrências recentes, o momento momento não é para pânico e sim de tranquilidade e união de esforços. “Com todo o trabalho de maneira emergencial, não tivemos ataques e não existem riscos do que presenciamos em outros estados”, pontuou a delegada.

Contexto
Identificado apenas como Yan, um aluno do curso de psicologia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) saiu escoltado pela polícia na manhã desta terça-feira em Campo Grande, após fazer ameaças de massacre na instituição nas redes sociais.

De acordo com a equipe policial, as mensagens foram rastreadas e identificadas fotos de armas e máscaras. As mensagens que circulavam nos grupos da faculdade eram de que ele compartilhava as imagens das armas e curtia publicações relacionadas ao nazismo.

Calouro de psicologia, o estudante era aluno do curso de arquitetura e urbanismo na mesma universidade.

Preso, ele foi encaminhado para a delegacia, onde prestará esclarecimentos sobre o ocorrido. A família do estudante também foi acionada.

Balanço
“O trimestre foi peculiar, contamos com coisas que não estavam no nosso dia a dia, de forma tão frequente, mas brutal. Ao nosso ver, os 741 polícias chacoalharam o estado para que a lei pudesse ser cumprida”, destacou Gurgel.

De acordo com o balanço, no interior foram 41 mandados de prisão e outros 66 mandados de busca e apreensão judiciais. Ao todo foram 58.558 ocorrências em todo o território sul-mato-grossense, 1,5 mil mandados de prisão contra adultos, além de 54 toneladas de drogas apreendidas, 390 armas e 5,6 mil munições. 316 pessoas foram encontradas e 477 veículos foram recuperados.

Operação
Logo no primeiro horário da manhã, policiais civis de Mato Grosso do Sul saíram a campo com duas operações – “Smoke House” e “100 dias” -, para coibir o tráfico e demais crimes, tanto em Campo Grande quanto no interior do Estado. Segundo a PC, na Capital, o Departamento de Polícia Especializada (DPE) ficou encarregado da “Smoke House”, com 32 equipes em campo para o cumprimento de mandados em 31 pontos da cidade, entre residências e estabelecimentos.

Além disso, os departamentos de polícia da Capital e do Interior (DPC e DPI), ficaram responsáveis pela operação 100 dias, baseados em informações prévias do setor de inteligência.

Total da Operação Cem Dias, (Operação Smoking House e Operação Sentinela):

33 MBA (sendo que 13 geraram ocorrência)

40 Equipes

144 Policiais

15 Unidades

09 Flagrantes

01 Auto de Apreensão

02 Mandados de Prisão Cumprido

Apreensões:

Cocaína 21,5 kg

Maconha 784,73 g

Haxixe: 14,200 Kg

Presos: 18

01 Adolescente) apreendido

Veículos: 05 apreendidos

Valores: R$ 7.944,00

Armas: 01

Simulacros: 04

Outros: Diversos petrechos para o preparo da droga para venda (balanças, plásticos, etc)

Fonte: Correio do Estado