Um homem de 40 anos foi preso após espancar, torturar e manter a ex-esposa em cárcere privado por mais de oito horas seguidas. O caso ocorreu no dia 24 de dezembro na Vila Umbelina, em Anastácio, cidade distante a 135 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima, de 30 anos, relatou à polícia que foi casada com o autor durante seis meses, mas que há duas semanas o relacionamento teria chegado ao fim. No dia 24, o ex-marido ligou dizendo para ela ir até a casa dele buscar alguns objetos pessoais que ainda estavam no local. A mulher chegou à residência por volta das 11h30 e, a partir desse momento, viveu momentos de terror nas mãos do ex-marido.

Segundo a mulher, após entrar na casa do autor, ele trancou as portas e começou a ingerir bebida alcoólica. Em seguida, arrancou as roupas da vítima. Com uma faca, o autor começou a cortar os dedos dos pé e das mãos da ex-mulher, dizendo que ela deveria sentir dor. Ela também foi agredida com socos na costela, chutes e mordidas, que deixaram vários hematomas pelo corpo. As torturas duraram mais de oito horas seguidas.

Por volta das 19h50, durante uma distração do ex-marido, a vítima conseguiu fugir do local. Seminua, ela entrou correndo em uma casa na vizinhança e pediu ajuda.

A Polícia Militar foi acionada e o autor, que já estava nas ruas procurando pela ex-esposa, preso.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Violência

Checar também

Mãe diz que afogou recém-nascido em açude por acreditar que ele era HIV positivo

Mulher de 25 anos é suspeita de ter matado o filho recém-nascido afogado por acreditar que…