Um homem de 42 anos foi preso na noite de sexta-feira (12) suspeito de matar o missionário americano naturalizado paraguaio, Wayne Laroy Goddard, de 50 anos. O crime aconteceu quarta-feira (10), na propriedade onde a vítima vivia há 25 anos, na aldeia indígena Mboi Jagua de Villa Ygatimí, no departamento de Canindeyú, a 90 km da fronteira do Paraguai, com Paranhos (MS).

De acordo com a polícia paraguaia, com o suspeito foram encontradas duas escopetas: uma caseira e outra de calibre 20. Desta última teriam saído os tiros que mataram o missionário.

Os policiais ainda procuram outros envolvidos.

De acordo com o diretor de polícia do departamento de Canindeyú, Comissário Geral Vidal Achucarro, cinco atiradores que não são indígenas, invadiram o local onde o missionário morava com a intenção de assaltá-lo.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Violência

Checar também

Populares encontram feto de bruços jogado na frente de residência em MS

Um feto foi encontrado por moradores do Bairro Rita Vieira, em Campo Grande,  jogado na fr…