Nesta sexta-feira, 07, Najila Trindade foi à delegacia depor, após acusar Neymar Jr. de agressão e estupro.

Ela foi ao local com sua amiga e funcionária, onde ficaram cerca de seis horas. Durante o depoimento a modelo passou mal diversas vezes, chegando até a ser levada a um hospital.

Segundo a apuração feita pelo Jornal Nacional, os policiais presentes no depoimento da suposta vítima contaram que ela se recusou a entrega o celular.

Além disso, ao contar a versão do segundo encontro, Najila se atrapalhou diversas vezes e ao ver que sua fala estava sendo transcrita resolveu dizer que não deixou o celular o tempo inteiro gravando o momento com o jogador.

Quando solicitada a entregar o vídeo na íntegra, a acusadora de Neymar Jr. disse não tê-lo mais, pois o arquivo estaria no tablet que foi roubado na suposta invasão a seu apartamento.

Segundo ela, o registro sobre a invasão não foi feito com autoridades, pois não sabia exatamente o que havia sido levado. A polícia investigou o imóvel e só encontrou impressões dela e da empregada.

Ainda nesta sexta-feira, 07, a conversa da loira com seu ex-advogado foi divulgada no “Cidade Alerta”, da RecordTV.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em VIOLÊNCIA SEXUAL

Checar também

Homem é preso suspeito de estuprar bebê de 1 ano enquanto mãe dormia, diz polícia em MS

Um homem de 40 anos foi preso suspeito de estuprar um bebê de um 1 ano e 5 meses de idade.…