Mais um caso grave de abuso sexual está sendo atendido pelo Conselho Tutelar, Creas e pela Delegacia de Atendimento a Mulher, que também atende casos envolvendo idosos, crianças e adolescentes, em Aquidauana. O fato veio a tona no final da tarde desta quinta-feira (21). A vítima passou por exame de corpo de delito que comprovou os abusos.

De acordo com informações levantadas pelo JNE, através de denúncia anônima o Conselho Tutelar teve conhecimento que uma menina de 8 anos, moradora da região do Jardim Aeroporto, estava sendo abusada sexualmente por um vizinho, que mora nas proximidades da residência da vítima. A denúncia vai mais além, que outro vizinho e o enteado da mãe da menina também estavam cometendo abusos. Moradores indignados com a situação, fizeram registros de fotos e vídeos e entregaram para os órgãos competentes.

As conselheiras tutelares Raquel Reis, Sandra Lopes e a assistente social do CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social da Prefeitura de Aquidauana, Elieli Maidana, se deslocaram até a residência e encaminharam a vítima e a mãe para a sede do órgão, onde foi feita uma escuta especializada com a criança. “Nós ganhamos a confiança dela e nessa aproximação a vítima acabou relatando que sofria abuso por parte dos ‘tios’, e que neste quinta havia sido abusada pelo ‘tio Ricardo’. Foram mais de quarenta minutos ouvindo a vítima”, contou a conselheira Sandra Lopes.

De imediato a equipe foi até a Delegacia e registrou boletim de ocorrência, onde foi emitido uma Guia de Exame de Corpo de Delito e a menina encaminhada para uma médica legista em Miranda, sendo constatado abuso sexual mediante laudo. A vítima apresentava várias lesões em suas partes íntimas.

Equipe do NRI – Núcleo Regional de Inteligência da Polícia Civil de Aquidauana localizou os suspeitos e encaminhou para a Delegacia Especializada e durante entrevista com a delegada titular Marilda do Carmo Rodrigues, Ricardo Paes, 60 anos, confessou que cometia os abusos, já o outro negou participação, disse que apenas presenteou a menina uma vez com uma quantia em dinheiro. Já o menor, até o fechamento desta matéria, ainda não havia sido localizado.

“A denúncia revelou que há tempos essa criança era abusada sexualmente, mas nesta quinta Ricardo praticou novamente o crime sexual. Diante dessa denúncia, foram realizadas diversas diligências, oitivas, relatos de testemunhas e dentre elas a busca de prova pericial, que comprovasse o abuso, que foi positivo, somada a confissão do autor, foi lavrado o auto de flagrante e ele está preso”, contou a delegada ao JNE.

A autoridade policial reforçou que as investigações continuam com o intuito de se comprovar se a vítima de fato sofria abuso por parte de outras pessoas. A criança no momento se encontra assistida pelo Conselho Tutelar e pelo Creas em uma unidade de acolhimento no município.

Tanto as conselheiras tutelares quanto a delegada reforçam a importância da população denunciar casos de abusos. “É muito importante a denúncia, pois é um direito violado da criança e do adolescente, para que seja garantido o direito dessas vítimas, pois é um sofrimento muito grande. Precisamos da ajuda da população para chegar nesses abusadores, não é preciso se identificar”, orientou a conselheira Raquel Reis.

 

Um dos registros, que foi feito por moradores, que não suportavam mais ver a criança sendo abusada

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em VIOLÊNCIA SEXUAL

Checar também

Mulher faz vídeo pornográfico da sobrinha de 11 anos e acaba presa

Mulher de 40 anos foi presa por manter conteúdo bad word ográfico da sobrinha de 11 anos, …