Uma adolescente de 17 anos denunciou, na última semana, o padrasto de 57 anos, que a estuprou por oito anos. Os abusos começaram quando ela tinha 9 anos. O crime aconteceu na cidade de Anaurilândia – a 366 quilômetros de Campo Grande. O caso só veio à tona neste fim de semana.

O homem, que é aposentado, trabalhava como motorista de ônibus escolar em uma empresa terceirizada que presta serviços ao município. Ele foi preso na última quinta-feira (18). Mas, na delegacia, ele negou que tenha estuprado a enteada.

O delegado que cuida do caso, Robson Ferraz Gonçalves, disse que mesmo negando há indícios de que ele tenha cometido o crime. “A mãe da menina alegou que não sabia o que acontecia, e descobrimos que ela também era uma vítima do autor com base em longo histórico de violência física e psicológica”, disse.

As investigações começaram após a adolescente resistir aos estupros cometidos pelo aposentado. Segundo o delegado, o inquérito deve ser concluído nesta semana e laudos psicológicos serão anexados ao processo. As informações são do site Nova News.

 

(Foto: Ilustrativa)

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em VIOLÊNCIA SEXUAL

Checar também

Jovem grávida é sequestrada e estuprada pelo ex-marido em MS

Uma jovem grávida, de 20 anos, foi encontrada em um cativeiro e com sinais de tortura nest…