Dos 73 anos de Vicente Montiel Fernandes, 40 ele passou exercendo a profissão de sapateiro em Aquidauana (MS), em sua pequena sapataria no centro da cidade. Ficou conhecido pela pontualidade, e tinha clientes que há décadas consertavam seus sapatos com ele.

Seu Vicente morreu no último sábado (20). O filho, Jones, que mora em Mato Grosso, decidiu vir para Aquidauana apenas para concluir os trabalhos do pai: “É minha maneira de honrar seus compromissos, os clientes confiavam nele”.

Jones veio de Cuiabá (MT), para Aquidauana concluir os trabalhos que o pai não conseguira terminar. — Foto: Site O PantaneiroJones veio de Cuiabá (MT), para Aquidauana concluir os trabalhos que o pai não conseguira terminar. — Foto: Site O Pantaneiro

Jones veio de Cuiabá (MT), para Aquidauana concluir os trabalhos que o pai não conseguira terminar. — Foto: Site O Pantaneiro

 

Jones Fernandes, de 46 anos, é sapateiro também. Ele mora em Cuiabá (MT), e parou sua vida por 20 dias, que segundo ele, é o tempo que precisa para terminar os reparos que estavam encomendados na sapataria do pai, com quem aprendeu o ofício.

“Ele me ensinou a honrar os compromissos. Quem tiver algum sapato que ficou aqui para ser consertado, pode vir na sapataria do seu Vicente buscar, que estará pronto”, conta.

O sapateiro não pretende continuar o negócio em MS. Assim que terminar o último sapato que seria consertado pelo pai, ele quer levar os materiais da sapataria para Cuiabá, e continuar o trabalho lá.

A sapataria tradicional no centro de Aquidauana vai fechar, mas com essa atitude, Jones espera que o pai seja lembrado por sua retidão, um legado digno do profissional que era: “Foram 40 anos neste lugar, terminar esse trabalho era o mínimo que meu pai merecia”, finaliza.

* Supervisionado pela jornalista Jaqueline Naujorks.

G1

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Sem categoria

Checar também

Comissão aprova fim da estabilidade para servidor público

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta (4) uma proposta…