No mesmo ano em que completam 39 anos de atendimento em Campo Grande, empresários do segmento funerário anunciam a entrega do primeiro Crematório da Capital. A obra destaca-se por ser o maior complexo do segmento na região Centro-Oeste. Além do prédio principal a nova unidade conta também com um amplo jardim que foi desenhado para receber as estruturas do Cruzeiro, Capela, Columbário e Ossuário.

O prédio será inaugurado na Avenida Tamandaré n. 6.781 – Vila Nasser. (Foto: Fellipe Lima)

A inauguração está confirmada para o dia 7 de outubro juntamente com a oferta do novo serviço, que poderá ser incluído aos planos vigentes.

“Nossa empresa sempre colocou à disposição da sociedade e seus associados uma ampla rede de atendimento e serviços com alto nível de qualidade, pois priorizamos um completo apoio e acolhimento as famílias que nos procuram. Por isso avançamos e inovamos, entregando a todo Estado mais uma opção no rol de nossas atividades”, anuncia a diretora presidente Nilma Ribeiro Cardoso.

Projeto também é moderno da fachada aos procedimentos adotados no crematório. (Foto: Fellipe Lima)
O pioneirismo é resultado de um longo trabalho que começou em 2013 com a aprovação da Licença Prévia. A concessão do serviço pela Prefeitura de Campo Grande bem como a Licença Ambiental/Instalação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur), foram publicadas em fevereiro de 2014. As obras tiveram início em 2017 e já estão concluídas, conforme Licença de Operação expedida em dezembro de 2019. Atualmente cerca de 30 pessoas trabalham no canteiro para as finalizações de fachada e paisagismo.

A obra destaca-se por ser o maior complexo do segmento na região Centro-Oeste. (Foto: Fellipe Lima)

Luís Eduardo Costa, secretário da Semadur, explica que para a implantação de um crematório é necessário o cumprimento de regulamentações que abrangem Leis Federais, Estaduais e Municipais. “No que compete à Semadur, perante a legislação, as licenças foram devidamente expedidas e a obra foi concluída seguindo todas as exigências. Entendemos que a implantação de um Crematório no Município tende a acompanhar o ritmo de crescimento da cidade e suas necessidades. Tratando-se de um empreendimento ambientalmente importante, certificamos que está de acordo com todas as normas”, destaca ele.

A unidade conta com amplo jardim que foi desenhado para receber as estruturas do Cruzeiro, Capela, Columbário e Ossuário. (Foto: Fellipe Lima)

A unidade conta com amplo jardim que foi desenhado para receber as estruturas do Cruzeiro, Capela, Columbário e Ossuário. (Foto: Fellipe Lima)

Falar sobre cremação pode ainda ser um assunto tabu, mas isso já está mudando como avalia o diretor Artur de Carli. “De alguns anos para cá, vemos a cremação crescer como opção. Não há novos espaços nos cemitérios públicos e nos privados está cada vez mais escasso. Contudo, o crematório funcionará como uma extensão do cemitério e nossos associados poderão aderir ao novo serviço por uma pequena taxa mensal”, anuncia ele.

Inaugurado em 1974 em São Paulo, o crematório municipal de Vila Alpina foi o primeiro do Brasil e também da América Latina. Segundo Gisela Adissi, presidente do Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil (Sincep), a percepção é de um índice ainda pequeno, mas que vem sofrendo mudanças, pois hoje já somam cerca de 100 crematórios espalhados pelo País.

Projeto também é moderno da fachada aos procedimentos adotados no crematório. (Foto: Fellipe Lima)
A obra destaca-se por ser o maior complexo do segmento na região Centro-Oeste. (Foto: Fellipe Lima)
“Nosso segmento é introspectivo e passamos a ver o enlutado com novos olhos, fazendo um trabalho de maior acolhimento do luto. Os diretores do Crematório Campo Grande são precursores, pois ao longo de sua história empresarial desenvolveram uma nova abordagem para a celebração da vida e legado da memória dos que já partiram”, avalia a empresária.

É uma obra inédita para nossa cidade e também o primeiro crematório no mundo certificado com o Selo Leed (Liderança em Energia e Designer Ambiental) concedido no Brasil pelo Green Building Council (GBC). “Findamos uma entrega pioneira, pois vem ao encontro a um cliente autêntico e visionário, que enxerga o luto com muito respeito e acolhimento”, completa a arquiteta responsável pelo projeto, Alessandra Ribeiro.

Lugar foi projetado para garantir tranquilidade às famílias no momento mais difícil. (Foto: Fellipe Lima)

SERVIÇO

O Crematório Campo Grande está localizado na Avenida Tamandaré n. 6.781 – Vila Nasser (veja como chegar), em frente ao Cemitério Jardim das Palmeiras. Informações sobre venda de planos e outros serviços oferecidos podem ser obtidos pelo telefone (67) 3361-2940, pelo site www.crematoriocampogrande.net ou ainda pelo e-mail contato@crematoriocampogrande.net.

O prédio será inaugurado na Avenida Tamandaré n. 6.781 – Vila Nasser. (Foto: Fellipe Lima) – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em SAÚDE

Checar também

Com 100% de leitos de UTI ocupados, hospital referência contra Covid em MS alerta para risco de saturação

O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS), unidade de referência no tratamento cont…