Larissa Carla Martinelli, 31 anos, morreu durante a madrugada deste sábado (13), após passar mal em uma tabacaria. Ele tinha ingerido cervejas long neck e fumado narguilé no local. As informações são do Campo Grande News.

Conforme o portal, consta em boletim de ocorrência que uma amiga, 24 anos, estava junto com Larissa. Ela relatou à polícia que a vítima sofria de pressão alta e precisava usar medicamento controlado. As duas ouviam música e bebiam na tabacaria, onde, em determinado momento, Larissa encostou o rosto no ombro da amiga, queixou-se de tontura, caiu e passou a espumar pela boca.

A equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada e ficou mais de uma hora com tentativas de manobras de reanimação, porém, sem resultado.

A amiga de Larissa explicou que, além de fumar narguilé, ela deve ter consumido cerca de sete garrafas de cerveja. Ainda negou o uso de drogas e acrescentou que a vítima já havia passado mal nas outras vezes que saíram para beber, mas melhorava depois de alguns minutos. Já a mãe de Larissa contou que um check-up realizado há duas semanas não constatou nada de anormal na filha.

O corpo da vítima foi encaminhado para exame necroscópico no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). A Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro registrou o caso como morte a esclarecer.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em SAÚDE

Checar também

Bebê de 10 meses é o segundo caso confirmado de sarampo em Mato Grosso do Sul

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou nesta segunda-feira (9) o segundo caso de s…