O Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS), unidade de referência no tratamento contra a Covid-19 no estado, registra nesta terça-feira (24) 100% de ocupação dos leitos de terapia intensiva (UTI). Todos as 110 unidades estão ocupadas.

Em razão da situação, divulgou uma nota pública em que alerta sobre a situação da instituição e reafirma que a pandemia de Covid-19 não acabou. Ressalta ainda que as autoridades e instituições de saúde precisam da colaboração da população para enfrentar e vencer o novo coronavírus.

“A Covid-19 está longe de um desfecho, enquanto os laboratórios e governos buscam uma vacina que tenha 100% eficácia, resta a população mundial se ater as medidas preventivas de proteção: Distanciamento social, uso de máscaras, fazer a correta higienização das mãos e, se possível, não sair de casa”, aponta o hospital em um trecho da nota.

Em outro ponto, a instituição destaca que várias medidas preventivas caíram no “senso comum” e já estão em “desuso por grande parcela da população”. O hospital diz que o relaxamento das medidas preventivas por parte dos “governos” e da população fizeram com que houvesse uma “maior exposição ao vírus”, o que levou a superlotação dos leitos críticos e muitas mortes, aproximadamente 500 somente no hospital.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em SAÚDE

Checar também

Aldeias urbanas estão fora da primeira remessa de vacina contra Covid

Programada para iniciar amanhã (19),  a vacinação contra covid-19 para indígenas de Mato G…