Dados da pesquisa Datafolha publicados nesta segunda-feira (13) trazem informações sobre o público que frequenta as igrejas evangélicas do Brasil.

Segundo a pesquisa, 58% dos evangélicos são mulheres, 42% homens.

Mulheres evangélicas

Separados por raça, 43% são pardos, 30% são brancos, 16% pretos, 3% amarelos, 2% indígenas e 5% outros. Pela nomenclatura adotada no país, pardos e pretos são chamados de “negros”, totalizando 59% dos evangélicos.

A quantidade é maior do que entre os católicos, grupo religioso predominante no país (50% da população), onde 41% são pardos, 36% brancos, 14% pretos, 2% amarelos, 2% indígena, 4% outros.

Já a proporção de sexo entre os católicos é semelhante ao número dos dois gêneros na sociedade brasileira: 51% de mulheres e 49% de homens.

Segundo a pesquisa, 58% dos evangélicos são mulheres, 42% homens.

Outro dado relevante sobre o público evangélico é em relação a idade, as igrejas protestantes têm mais jovens de 16 a 24 anos (19%) que a igreja católica (13%), mais adultos de 25 a 34 (21%), contra 17% dos católicos, mais adultos de 35 a 44 anos (22), contra 18% dos católicos, menos adultos de 45 a 59 anos (23%), contra 26% dos católicos, e menos idosos com mais de 60 anos (16%), contra 25% dos católicos.

A renda dos evangélicos e dos católicos é bem semelhante, sendo que a maioria 48% dos protestantes ganham até dois salários mínimos (46% dos católicos), 21% ganham de dois a três salários mínimos (mesmo número entre católicos), 17% ganha de três a cinco salários mínimos (idem entre católicos), 7% ganha de cinco a 10 salários mínimos (9% dos católicos) e 2% ganham mais de 10 salários (igual entre católicos).

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em RELIGIÃO

Checar também

Depois da Capital, grupo encena Nascimento de Cristo em Aquidauana

O grupo que valoriza os artistas da cidade fez uma bela e elogiada apresentação. O Grupo d…