Quando as chuvas de verão de janeiro de 2016 derrubaram a ponte de concreto da MS-382 sobre o rio Santo Antônio, em Guia Lopes da Laguna, Mato Grosso do Sul virou manchete nacional. As cenas da estrutura ruindo em “efeito dominó” assustaram toda a população, principalmente porque a travessia era nova – havia sido inaugurada em abril de 2012 e tinha menos de quatro anos.

“A história ficou conhecida no Brasil inteiro”, lembrou o governador Reinaldo Azambuja nesta segunda-feira (2.7) durante a entrega da nova estrutura construída em substituição a que quebrou. O desabamento virou objeto de investigação do Ministério Público Federal (MPF) e na Polícia Federal, que querem responsabilizar os culpados pelo desperdício do dinheiro público. “Quem fez errado tem que devolver o dinheiro”, reforçou o governador.

Enquanto seguia a investigação, o Governo do Estado entrou em ação para levantar uma nova estrutura de concreto no local. Foi iniciado um processo de licitação e meses depois de a obra ter iniciado a nova ponte de concreto ficou pronta. Hoje, autoridades estaduais e municipais foram à travessia sobre o rio Santo Antônio, na MS-382, para inaugurar o empreendimento.

“Obra bem feita não cai. Obra com engenharia e qualidade não cai”, destacou Reinaldo Azambuja sobre a nova ponte. Às pessoas, o governador explicou o motivo de os entulhos da ponte antiga ainda estarem dentro do rio. “Como obrigação de governador, tenho que zelar pelo dinheiro público. E não posso tirar os restos da ponte velha de dentro do rio por causa dessa ação do MPF e da PF”.

Nova ponte

A nova ponte possui 12 metros de largura, com duas pistas e uma passarela – ao contrário da obra antiga, por onde passava apenas um carro. Na construção foram investidos mais de R$ 4,4 milhões. “Além dessa ponte entregue hoje, em Guia Lopes da Laguna já executamos e entregamos outras três pontes de concreto – uma sobre o rio Santo Antônio e as outras sobre o rio Santa Tereza e o córrego Desbancado – que somam R$ 8,9 milhões”, observou.

O prefeito, Jair Scapini, ressaltou que as travessias de concreto integram as regiões de produção agropecuária, incluindo os assentamentos Rio Feio e Retirada da Laguna, que haviam ficadas isoladas com os desabamentos. “Essas pontes ajudam muito a área rural de nosso município”, lembrou.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em ponte em Guia Lopes