Enquanto estuda conseguir aval da Justiça para disputar as eleições deste ano, o ex-senador Delcídio do Amaral (PTC) afirma que mantém conversas sobre alianças partidárias “com todo mundo”. Foto em que ele aparece ao lado do ex-governador André Puccinelli (MDB) não indicaria, pelo menos até o momento, uma definição sobre composição com os emedebistas.

Absolvido na semana passada da acusação de obstruir a Justiça, o ex-senador afirma que tem concentrado esforços em garantir que poderá concorrer nas urnas. “Os advogados estão estudando todas as medidas cabíveis e estou aguardando um sinal deles”, disse ao Jornal Midiamax.

Apesar disso, foto publicada nas redes sociais, revelou reunião entre Delcídio, Puccinelli e o presidente regional do PTC, Cézar Gazolla. O encontro, no entanto, não teria representado, segundo o que diz Delcídio, uma união entre ele e o ex-governador Puccinelli.

“Eu converso com todo mundo, sempre conversei, o que vai definir são as convenções que acontecem em agosto. Não fiz nenhuma análise nesse sentido, mas vou começar a fazer uma avaliação mais aprofundada do cenário”, afirma.

Mais cedo,Gazolla afirmou ao Jornal Midiamax que aguardaconversas com o PDT e o PSDB para definir sobre alianças, mas admitiu que no momento há um “alinhamento favorável” com o MDB.

Delcídio afirma, por outro lado, que só analisará as possibilidades de composições de chapas no fim desta semana, quando terminar de decidir sobre ações judiciais para reverter a inelegibilidade. “Agora temos que ter muita calma, serenidade, equilíbrio, humildade, não tem que precipitar nada não. Quem entende o sentido da vida não se apressa”, completa.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em POLÍTICA

Checar também

Coligação do PSDB terá maioria na Assembleia

A coligação do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) elegeu 16 dos 24 deputados estaduais, e…