Enquanto estuda conseguir aval da Justiça para disputar as eleições deste ano, o ex-senador Delcídio do Amaral (PTC) afirma que mantém conversas sobre alianças partidárias “com todo mundo”. Foto em que ele aparece ao lado do ex-governador André Puccinelli (MDB) não indicaria, pelo menos até o momento, uma definição sobre composição com os emedebistas.

Absolvido na semana passada da acusação de obstruir a Justiça, o ex-senador afirma que tem concentrado esforços em garantir que poderá concorrer nas urnas. “Os advogados estão estudando todas as medidas cabíveis e estou aguardando um sinal deles”, disse ao Jornal Midiamax.

Apesar disso, foto publicada nas redes sociais, revelou reunião entre Delcídio, Puccinelli e o presidente regional do PTC, Cézar Gazolla. O encontro, no entanto, não teria representado, segundo o que diz Delcídio, uma união entre ele e o ex-governador Puccinelli.

“Eu converso com todo mundo, sempre conversei, o que vai definir são as convenções que acontecem em agosto. Não fiz nenhuma análise nesse sentido, mas vou começar a fazer uma avaliação mais aprofundada do cenário”, afirma.

Mais cedo,Gazolla afirmou ao Jornal Midiamax que aguardaconversas com o PDT e o PSDB para definir sobre alianças, mas admitiu que no momento há um “alinhamento favorável” com o MDB.

Delcídio afirma, por outro lado, que só analisará as possibilidades de composições de chapas no fim desta semana, quando terminar de decidir sobre ações judiciais para reverter a inelegibilidade. “Agora temos que ter muita calma, serenidade, equilíbrio, humildade, não tem que precipitar nada não. Quem entende o sentido da vida não se apressa”, completa.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em POLÍTICA

Checar também

Junior Mochi assume candidatura do MDB ao Governo de Mato Grosso do Sul

Após mudar de planos duas vezes, o MDB anunciou nesta terça-feira (14) que o deputado esta…