Com objetivo de disponibilizar capacitação na elaboração de projetos culturais para o Fundo de Investimentos Culturais (FIC), a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) promoverá ainda neste mês, cursos em Dourados, Campo Grande e Aquidauana. “Nossa intenção é democratizar esse recurso, para que todos possam ter acesso a esse incentivo para a Cultura do nosso Estado”, afirmou a presidente da FCMS, Mara Caseiro.

Nesta sexta-feira (10), o workshop ministrado pela gerente do FIC, Solimar Alves de Almeida, acontecerá às 13h, em Dourados. “A ideia é que interessados no FIC que moram em municípios próximos a Dourados também participem. Queremos disponibilizar essa capacitação a todos”, disse Mara. Com apoio da Prefeitura e da Câmara de Vereadores de Dourados, o curso será realizado no auditório do Seminário Batista, localizado na Rua Dom João VI, nº 2850, no Jardim Aydê.

Em Aquidauana, a capacitação ocorre no dia 16 de janeiro em dois horários: às 9h e às 13h. Em parceria com a Prefeitura Municipal e a Secretaria Municipal de Turismo, o workshop acontecerá no Auditório da Unidade II do Campus de Aquidauana/UFMS.

Para aqueles que não puderam comparecer ao curso realizado no dia 13 de dezembro em Campo Grande, haverá outra oportunidade no próximo dia 17. Desta vez, o workshop será às 14h, no auditório do MIS (Museu da Imagem e do Som), na Avenida Fernando Corrêa da Costa, nº 511, no terceiro andar.

FIC

O Fundo de Investimentos Culturais estimula desde 2002 a criação, a produção e difusão das manifestações artístico-culturais em todos os municípios sul-mato-grossenses. Instituído pela Lei 2.366/2001 e reorganizado pela Lei 2.645/2003, o FIC tem como princípio prestar apoio financeiro a projetos culturais da comunidade, fomentando o mercado artístico e diminuindo a distância do público com as mais diversas manifestações, tradições e valores da cultura.

Os editais promovem a democratização de acesso a recursos para as áreas de música, dança, teatro, artes plásticas, audiovisual, literatura e festas populares. Os selecionados participam de programas e ações executadas pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul no decorrer do ano estimulando a valorização e difusão das manifestações artístico-culturais do Estado.

Neste ano, o recurso total do FIC é de 6 milhões de reais, sendo R$ 4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos mil reais) destinados para Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas de Direito Privado de Natureza Cultural sem fins lucrativos e R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais) para Pessoas Jurídicas de Direito Público, ou seja, Prefeituras ou órgãos municipais de cultura do Estado de Mato Grosso do Sul. O término para inscrições de projetos para o FIC acontece no dia 05 de fevereiro de 2020. Caso aprovado, toda a documentação deverá ser entregue em até 10 dias.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em POLÍTICA

Checar também

Projeto exclui Tiradentes e inclui Descobrimento do Brasil entre feriados nacionais

O Projeto de Lei 6460/19 exclui o dia 21 de abril e inclui o dia 22 de abril entre os feri…