Equipe da Polícia Civil de Aquidauana prendeu Itaniel Barros Cabral, 48 anos, acusado de furtar cabeças de gado na fazenda onde ele trabalhava há dois anos e meio, na área rural do município. A ação, realizada na tarde desta quarta-feira (16), também resultou na prisão de dois comparsas de Itaniel, identificados como Fernando do Couto Silva, 21 anos, e Osvaldo Oliveira da Silva, 57 anos.

As diligências começaram depois que o dono da fazenda comunicou sobre o crime em sua propriedade. Os investigadores da Polícia Civil apuraram que Itaniel havia acertado para vender oito cabeças de gado para Osvaldo e seu sobrinho, Fernando, recebendo a quantia de R$ 900,00 por cada animal. No último sábado (12), o funcionário deixou as cabeças de gado no mangueiro da fazenda, local combinado para que tio e sobrinho as retirassem.

A dupla colocou o gado fiurtado no pasto de uma pessoa que reside na cidade de Miranda, que não tem envolvimento com o crime. Ficou acordado que quatro cabeças ficaram com Osvaldo e quatro seriam de Fernando. De acordo com a Polícia Civil, a investigação apontou que foram furtadas outras seis cabeças de gado, mas ainda não se sabe se estas pertencem ao mesmo proprietário ou se são originários de outro furto

Na tarde desta quarta-feira, os policiais foram até a propriedade e encontraram Itaniel trabalhando normalmente. Ele foi perguntado sobre a situação e acabou confessando o que a equipe já tinha apurado por meio das investigações. Fernando garantiu que não possuía condições financeiras para realizar esse tipo de negócio, enquanto Osvaldo relatou ter desconhecimento de que o gado era furtado.

O trio foi preso e apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, no Bairro Cidade Nova. Todos foram autuados por abigeato – crime de furto envolvendo animais do campo -, sendo ouvidos e liberados em seguida, já que não houve flagrante.

Denúncia anônima

De acordo com o proprietário da fazenda, ele tomou conhecimento do crime por meio de denúncia anônima, na qual foi informado de que estavam embarcando gado em sua propriedade no período da noite. O fazendeiro se encontrava em Campo Grande e estranhou a situação, já que não havia feito nenhuma venda ou dado determinação para deslocamento dos animais. Em decorrência disso, ele decidiu comunicar o caso à Polícia Civil.

 

(*Fotos: trio foi autuado por abigeato – crime de furto envolvendo animais do campo/Reprodução)

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Policial

Checar também

Homem que furtou corpo disse que tinha pacto de amor eterno com vítima

Com a ajuda de um primo, José Gomes Rodrigues furtou o corpo de Rosilei Poltronieli do cem…