A suspeita é que o líquido seja sangue e o carro passa por perícia para a confirmação. (Foto: Polícia Civil de Aquidauana)A
Investigadores da Polícia Civil de Aquidauana – a 135 km de Campo Grande encontraram o carro de Belarmino Barbosa de Souza, de 58 anos, desaparecido desde sexta-feira (23), em Campo Grande. Embaixo do banco de trás do veículo modelo Gol, foram encontradas manchas vermelhas que podem ser sangue.

A filha de 24 anos de Belarmino, contou que falou com ele pela última vez na sexta-feira de manhã e que ele havia dito que estava tudo bem. Já a polícia encontrou o carro dele abandonado no outro dia de manhã. “Ele foi a uma conveniência na sexta à noite e pelo o que eu fiquei sabendo, estava bravo porque Geronilson Souza do Nascimento, 23, conhecido como Lagoa, não queria entregar a chave e sair da casa dele, no Jardim Panamá”, contou.

 

Lagoa tem inúmeras passagens pela polícia e pelo presídio. Testemunhas contaram à filha que os dois moraram juntos há um tempo, o jovem foi embora e depois voltou incomodando Belarmino que não queria mais a presença dele em casa e pediu para que ele saísse. “Nós fomos até a casa dele, mas não tem nada fora do lugar, está tudo arrumado, nada foi levado. A gente não sabe se eles saírem durante a madrugada ou pela manhã”, detalhou a jovem.

O carro foi encontrado com as portas destravadas, documentos dentro e com manchas vermelhas na espuma do banco de trás, a suspeita é que o líquido seja sangue e que ele tenha sido abandonado por falta de gasolina.

 

                                         Belarmino foi visto pela última vez na sexta-feira a noite em uma conveniência próximo a onde mora. (Foto: Arquivo pessoal).

Segundo informações da polícia, quem dirigia e abandou o carro era o Lagoa. Um rapaz, cunhado do suspeito, procurou a polícia para dizer que estava sendo ameaçado. “Ele disse que outro homem chegou nele e falou para ele vazar, porque o Lagoa tinha matado um cara em Campo Grande e tinha ido com o carro da vítima para Aquidauana para matar ele”, contou o investigador responsável.

Lagoa queria matar o cunhado porque ele teria o entregado para polícia por um dos crimes que ele respondia. “O que sabemos é que o suspeito apareceu para Belarmino dizendo que eram primos e foi ficando na casa dele, mas ai quando descobriram que ele tinha passagens pela polícia pediram para ele sair e ele se negou. Pode ser que tenha acontecido uma briga que resultou em algo mais sério ou até um roubo, não descartamos nenhuma hipótese, estamos investigando”, pontuou.

O veículo está sendo periciado para saber se o líquido é sangue ou não. A polícia de Aquidauana e o GOI (Grupo de Operações e Investigações), da Capital trabalham juntos para encontrar o suspeito e a vítima.

 

                Carro de Belarmino foi encontrado no sábado de manhã na entra da estrada de Cipolândia. (Foto: PC Aquidauana)
Fonte: Campograndenews
Fotos: Polícia Civil de Aquidauana

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Policial

Checar também

Idoso leva paulada no rosto ao perseguir filho com facão para cobrar dívida, em Anastácio

Briga entre pai e filho por causa de dívida terminou na delegacia na quinta-feira à noite,…