Um turista paranaense foi preso e autuado após capturar e matar um peixe da espécie dourado no Rio Miranda, próximo ao pesqueiro Porto Novo, região de Anastácio, no último sábado (12).

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), o caso de pesca predatória foi flagrado por uma equipe do Grupamento do distrito de Águas do Miranda, que trabalhava na Operação Padroeira do Brasil.

A pesca de dourado está proibida pela Lei Estadual nº 5.321, de 10 de janeiro de 2019. O pescado e o molinete com vara utilizados pelo infrator foram apreendidos.

Morador de Curitiba (PR), o pescador, 46 anos, recebeu voz de prisão e foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Anastácio, no Centro, sendo autuado em flagrante. Ele saiu depois de pagar fiança e responderá pelo crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de detenção. Também foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.877,00.

O pescado, após passar por perícia, será doado para instituições filantrópicas.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Meio Ambiente

Checar também

Pescadores são resgatados após passarem noite perdidos e com frio em rio do Pantanal de MS

Três pescadores, sendo dois deles sogro e genro de 30 e 53 anos, passaram foram resgatados…