A semana de tempestades, com grandes volumes de chuva em  foram fundamentais para eliminar os focos de incêndio no estado. Na manhã desta quinta-feira (29), não há focos ativos, segundo os bombeiros.

Conforme o comandante do CPA (Centro de Proteção Ambiental) do , Waldemir Moreira, a chuva eliminou o último grande incêndio que ainda estava ativo, no Parque Estadual do Parque do Rio Negro, na região do ‘Touro Morto’, divisa dos municípios de Aquidauana e Corumbá.

“A vegetação já está mais verde. Não são com as primeiras, mas sim uma sequência de chuvas para a vegetação ganhar umidade”, explica.

No entanto, Moreira explica que o estado de Mato Grosso e no Paraguai existem alguns focos ativos. “Mas as perspectivas de chuvas são muito boas, estamos numa situação confortável”, declara.

Incêndios no Pantanal

Uma das piores estiagem dos últimos 50 anos deixou o bioma em chamas este ano. Até o último domingo (25), 28% do Pantanal havia sido devastado pelo fogo, segundo o Lasa (Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais) do Departamento de  da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Os dados mostram que a área total queimada foi de 4.167 milhões de hectares, ou 41 mil km quadrados, quase o tamanho do estado do Rio de Janeiro. Desse total, 1.9 milhão foi queimado em MS e os 2.2 restante no MT.

 

Fonte; Midiamax

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Meio Ambiente

Checar também

Com uso de drone, PMA intensifica fiscalização de pesca predatória no Rio Aquidauana

Munida de drone, a Polícia Militar Ambiental (PMA) intensificará a fiscalização nos princi…