Às 19h de sábado (13), o Rio Miranda, em Bonito, atingiu o nível de emergência, conforme alerta emitido pela Sala de Situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familar).

Segundo o alerta, há risco de enchentes de grandes proporções na região caso a chuva permaneça na região.

De acordo com a Plataforma de Coleta de Dados MT-738, no Distrito de Águas de Miranda, choveu 81 milímetros nas últimas 72 horas na região e há previsão de mais temporal para as próximas 24 horas, podendo ultrapassar o nível atual de 6,07 metros já acima do nível permitido, o que geraria transtornos grandes para a região.

Com a subida do rio, já se iniciou o processo de invasão das águas nas regiões ribeirinhas e há potencial para provocar significativos danos materiais e pôr em risco os moradores da região.

O alerta foi encaminhado para a Defesa Civil, tanto estadual quanto municipal, que iniciarão processo de acompanhamento da situação e, se necessário, iniciarão remoção e auxílio das famílias ribeirinhas.

Também por conta das chuvas na região, no ano passado os ribeirinhos já viveram um grande drama, com mais de 20 famílias removidas por conta da enchente. No início de dezembro, por exemplo, o nível chegou a 7,70 metros e demorou mais de 20 dias para o leito abaixar a uma situação considerada aceitável sem riscos.

Gado precisou ser salvo na região em 2017 com alta do Rio Muiranda (Valdenir Rezende/Correio)

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Meio Ambiente

Checar também

Ribeirinha é picada por ‘Boca de Sapo’ e precisa ser resgatada de helicóptero no Pantanal

Ribeirinha de 54 anos precisou ser resgatada de helicóptero depois de ser picada por uma c…