Ribeirinha de 54 anos precisou ser resgatada de helicóptero depois de ser picada por uma cobra no fim da tarde desta quinta-feira (2), na região do Taquari, no Pantanal de Corumbá. Este é o segundo caso registrado na cidade neste ano.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o tempo estimado de barco da cidade até o ponto onde a vítima estava seria de em média de oito hora. Como o socorro precisava ser feito antes, militares foram até a propriedade rural em um helicóptero da corporação.

No local, encontraram a ribeirinha com um ferimento na perna e reclamando de fortes dores na região da picada. Moradores disseram que a mulher havia sido atacada pela cobra Jararaca-Cruzeira,  popularmente chamada de ‘Boca de Sapo’.

A vítima foi resgatada e encaminhada para o Pronto Socorro de Corumbá onde recebeu atendimento médico.

Cuidados
Caso uma cobra peçonhenta seja encontrada dentro ou próximo de casa, a recomendação é evitar qualquer tipo de tentativa de captura do animal.  É preciso chamar a Polícia Militar Ambiental (PMA), o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Risco maior
No verão a maior parte das serpentes peçonhentas entra no período reprodutivo e, por isso, esse tipo de animal começa a ser encontrado com mais frequência, aumentando o risco de acidentes.

[Fonte: Midiamax]

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Meio Ambiente

Checar também

Comerciante de MS mata sucuri, se exibe em vídeo nas redes sociais

Comerciante foi autuado em R$ 5 mil por abater uma sucuri de três metros em Amambai, munic…