Enxurrada com sedimento que tomou conta do rio da Prata e deixou a água turva no último fim de semana, teria escoado de fazenda de plantio de soja, localizado a cerca de 2 km do ponto de impacto do rio. Por conta da situação, várias propriedades foram fiscalizadas pela Polícia Militar Ambiental (PMA).

De acordo com a PMA, em uma fazenda, que tem terreno gradeado e plantio ainda em estágio inicial, há uma represa para conter a água do escoamento superficial, mas com o grande volume, por conta das chuvas, a barragem não suportou e lama e terra foram carregadas até o rio.

As equipes verificaram que a fazenda é arrendada e tem atividade agrícola licenciada. Um relatório será encaminhado para o órgão ambiental e também para o Ministério Público, para avaliação de possível descumprimento das condicionantes do licenciamento.

Caso o órgão verifique descum primento do licenciamento ou negligência, o proprietário poderá ser multado. O Ministério Público também poderá entrar com ação civil pública para possível reparação de danos.

TURISMO

Conhecido por suas águas cristalinas que atraem turistas do mundo inteiro, o Rio de Prata, em Jardim, amanheceu muito diferente durante o feriado. Ao invés da visão de peixes, plantas e pedras ao fundo do rio, a imagem que tomou conta das águas foi o marrom de muita lama e terra.

Cerca de 150 turistas foram embora do Seu Assis Camping e Balneário ao se depararem com a situação. “Teve uma chuva intensa na sexta-feira à noite, e amanheceu desse jeito. O rio enche quando chove muito, mas normalmente não fica cheio de lama do jeito que está”, afirma Diego Scherer Luciano, que é neto da proprietária do balneário e trabalha no local diariamente.

Para ele, existem formas de evitar que a água da chuva e a lama chegar ao Rio da Prata. “Os rios são patrimônio da União, todo mundo perde ele com ele sujo, ainda mais nessa região em que são conhecidos como águas cristalinas. É lamentável”, define. Para o rio voltar a ficar cristalino, deve demorar cerca de uma semana.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Meio Ambiente

Checar também

Aquidauanense Sérgio da Gruta do Lago Azul, conta que local era para dar tiro e fazer churrasco

Cartão-postal de Mato Grosso do Sul e tombada como patrimônio natural, a gruta do Lago do …