Policiais Militares Ambientais de Dourados verificaram nas redes sociais, que um empresário postara fotos exibindo dois peixes da espécie Dourado e dois da espécie Piracajnuba, que ele mesmo afirmava ter capturado durante uma pescaria ocorrida na semana passada no Rio Brilhante, no município de Angélica.
Ocorre que ambas as espécies estão com pesca proibida.
Uma equipe identificou o infrator (41), residente em Nova Andradina, e foi ontem (6) até a cidade do pescador para proceder sua autuação administrativa (multa).
O pescador não negou a captura, mas afirmou que havia soltado os peixes, porém, facilmente identificava-se pelas características no conjunto de fotos que os peixes estavam mortos.
O pescador foi autuado administrativamente e multado de R$ 3.891,00. Ele também responderá pelo crime ambiental de pesca predatória, com pena prevista de um a três anos de detenção.

 

› FONTE: PMA MS

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Meio Ambiente

Checar também

Rio Betione também está no rastro da lama que não poupa cursos d’água em MS

Águas turvas demoram a clarear e são resultado da ação humana em desarmonia com a natureza…