dor esportivo e auxiliar administrativo Danilo de Oliveira foi surpreendido durante o último fim de semana em uma  esportiva ao capturar um peixe Surubim de 1,4 metros. A  aconteceu no , a 15 km da cidade de Aquidauana, na região de Camisão. Segundo o dor campo-grandense, o peixe levou 40 minutos para ser puxado e a experiência foi única.

“Estava ndo no barranco do rio então quando fisgou, e vi que era um peixe grande, tive que ir caminhando dentro do rio na parte rasa pra ir acompanhando ele, até ele cansar. Ainda achei que não ia conseguir tirar porque ele foi pra uma região de corredeira ai ele fica mais forte ainda”, conta o dor.

Daniel  desde pequeno, mas começou a fazer da  um esporte e não matar peixes em 2018. Após a medição e fotos para comprovar a ‘história de dor’, o peixe foi solto de volta ao rio. A sensação de r um animal desse porte, segundo Daniel, é indescritível.

“Só quem pega um desse mesmo pra saber bem como é. Um misto de alegria, satisfação e nervosismo, tem gente que  a vida toda e não pega um desses. É magnífico. Espero que a galera preserve mais e mais os rios para que seja cada vez mais comum ver exemplares desse porte nos rios, só depende da gente!”, finaliza.

Pescador de Campo Grande captura peixe de 1,4m no rio Aquidauana
(Reprodução, Arquivo pessoal)

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Meio Ambiente

Checar também

Perícia confirma que onça foi morta a tiro e PMA amplia fiscalização no Pantanal

com projétil de arma calibre 22 e PMA mandará equipe fixa para local Carcaça de onça fêmea…