A Polícia Militar Ambiental (PMA), prendeu nesta sexta-feira (14), um casal em Ivinhema, a 290 km de Campo Grande, com 69 filhotes de papagaio. Os animais com duas semanas de vida estavam espremidos em caixas de papelão.

Os policiais foram à casa do homem de 57 anos e da mulher de 41 por eles terem histórico de envolvimento em crimes ambientais. De acordo com a PMA, o homem tem quatro passagens pela delegacia, no ano passado foi detido com 34 papagaios. Na ocasião, a polícia ainda descobriu que ele tinha uma encomenda de 500 animais da mesma espécie.

Na terça-feira (11), após receber uma denúncia anônima, equipes da Polícia Militar e Ambiental resgataram outros 47 filhotes de papagaio capturados da natureza e que estavam sendo mantidos dentro de caixas de papelão, e até em um balde.

Este resgate foi em Novo Horizonte do Sul, a 320 quilômetros de Campo Grande. Um homem foi preso.

Os papagaios resgatados essa semana em MS foram encaminhados para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), em Campo Grande. Em ambos os casos, os criminosos foram multados e liberados logo após assinarem o chamado Termo Circunstanciado de Ocorrência

Papagaios resgatados em MS

Papagaios resgatados em MS

Modus Operandi

De acordo com a Polícia Ambiental, os traficantes criam uma rede de coleta e venda. Eles agem entre agosto e dezembro, época de reprodução dos papagaios. Os criminosos vãos a fazendas e assentamentos no interior do estado e aliciam pessoas oferecendo R$ 50 por cada filhote capturado.

Segundo o tenente-coronel da PMA, Ednilson Paulino Queiroz, o principal destino dos papagaios de Mato Grosso do Sul é o estado de São Paulo. As investigações apontam que eles são comercializados rapidamente na capital paulista por valores que variam entre R$ 500 e R$ 600.

Impunidade

Quando são presos os traficantes de papagaios são enquadrados na Lei dos Crimes Ambientais. A pena para esse delito varia de seis meses a um ano e meio de prisão ou multa. Porém, raramente os criminosos ficam presos. Geralmente, eles são liberados ainda na delegacia, após assinarem o Termo.

“Isso é muito frustrante para nós, é duro ver o criminoso deixar a delegacia, ainda mais porque sabemos que a posssibilidade dele cometer o mesmo crime é grande”, disse o tenente-coronel.

Papagaios resgatados em MS pela polícia  — Foto: PMA / Divulgação Papagaios resgatados em MS pela polícia  — Foto: PMA / Divulgação

Papagaios resgatados em MS pela polícia — Foto: PMA / Divulgação

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Meio Ambiente

Checar também

Ribeirinha é picada por ‘Boca de Sapo’ e precisa ser resgatada de helicóptero no Pantanal

Ribeirinha de 54 anos precisou ser resgatada de helicóptero depois de ser picada por uma c…