Dois homens que utilizariam rede para pescar fugiram de uma abordagem da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Aquidauana, na noite desta segunda-feira (02), no Rio Aquidauana, na região conhecida como Ilha do Pescador.

 

Dois homens que utilizariam rede para pescar fugiram de uma abordagem da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Aquidauana, na noite desta segunda-feira (02), no Rio Aquidauana, na região conhecida como Ilha do Pescador.

Segundo a PMA, a equipe realizava fiscalização decorrente do período de Piracema. No entanto, os homens perceberam a aproximação dos policiais, fugiram pela margem do rio e não foram mais encontrados, devido à escuridão e à mata fechada.

A dupla abandonou a canoa de madeira em que estava embarcada e a rede de pesca, petrecho proibido, que media 60 metros. Como a pescaria ainda seria iniciada, a ação ocorreu a tempo de evitar que peixes fossem capturados.

Caso sejam identificados, os infratores responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena varia de um a três anos de detenção. A multa prevista é de R$ 700,00 a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20,00, por quilo ou fração do produto da pescaria.

Período de defeso

A PMA destacou que permanecerá em fiscalização preventiva durante o período da Piracema, trabalho fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso de de petrechos ilegais que têm alto poder de captura, como é o caso da rede apreendida na ação desta segunda-feira.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Meio Ambiente

Checar também

Capivara arromba portão de igreja, assusta fieis e se enconde em banheiro em MS

Uma capivara arrombou o portão de uma igreja evangélica e se escondeu dentro do banheiro d…