Realizado pela quinta vez em Aquidauana, o espetáculo da Paixão de Cristo, maior teatro a céu aberto de Mato Grosso do Sul, é capaz de emocionar o público a cada nova edição na cidade. Na noite desta Sexta-Feira Santa (19), as comunidades católica, evangélica e espírita se uniram para a encenação da maior história de fé e amor da humanidade.

O espetáculo teve início marcado para as 19h, mas o público já começou a lotar a Praça Nossa Senhora da Imaculada Conceição, na Igreja Matriz, desde o fim da tarde. Afinal, o teatro reúne mais pessoas a cada ano e todas elas queriam garantir o lugar mais próximo possível na apresentação da Cia Teatral AquidaArte, sob direção de Humberto Torres e que tem 170 atores e mais de 30 pessoas com envolvimento direto na produção.

O público teve a oportunidade de acompanhar o cenário virtual, de 24 m² de tela em led, além de uma mega estrutura e efeitos especiais que se tornaram marcas registradas da apresentação.

No elenco, histórias dos mais variados tipos unidas para encenar a Paixão de Cristo. Casos como o de Tharion, menino autista que participou como ator, encarregado de levar a vasilha na qual Pilatos lavou as mãos. Ou de Maria Inês Palmeira, mãe do padre redentorista Thiago Palmeira Machado, ex-pároco de Aquidauana e que faleceu no último dia 05 de fevereiro. Ela fez o papel de Maria, mãe de Jesus, em homenagem ao filho e em igreja que ele cuidava e conhecia como poucos.

“Foi um momento de profunda cura para todos nós as lágrimas derramadas pela mãe do padre. Cremos que ele esteve intercedendo por todos nós nessa noite”, descreveu a cantora Aline Brasil, via rede social. Ela foi uma das participantes do evento, junto com o missionário Vaguinho, que ficou responsável por narrar todas as 15 estações da via sacra

Durante as duas horas de espetáculo, não é apenas o público que se emociona. Lágrimas podem ser vistas derramadas pelos próprios atores e atrizes, deixando a apresentação ainda mais peculiar, na união da fé cristã que traz cada vez mais público para Aquidauanae que, ao final, já deixa todos cheios de expectativa para a próxima edição.

Realização

Sob direção de Humberto Torres, o espetáculo da Cia Teatral AquidaArte é promovido pela Prefeitura de Aquidauana, por meio da Fundact (Fundação Municipal de Cultura e Turismo), em parceria com a Paróquia Imaculada Conceição e Diocese de Jardim. Conta com o apoio do Governo do Estado, através da TVE Cultura e da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, além de mobilizar diversas instituições, empresários da região e as comunidades católica, evangélica e espírita.

A Paixão de Cristo em Aquidauana integra o Calendário Oficial de Eventos de Mato Grosso do Sul – o projeto de lei foi apresentado pelo deputado estadual Felipe Orro (PSDB) e sancionado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB). O espetáculo também é reconhecido nacionalmente e foi divulgado no calendário do Ministério do Turismo.

Neste mês, o PL (Projeto de Lei) 005/2019, que reconhece como “Patrimônio Cultural Imaterial” o espetáculo Paixão de Cristo, foi aprovado na Câmara de Aquidauana, em primeira sessão.

(*Fotos: espetáculo encantou e emocionou nesta Sexta-Feira Santa – Agecom/Prefeitura de Aquidauana/Divulgação)

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Gospel

Checar também

Sem força nas pernas, idosa é levada à missa em carrinho de mão

A foto publicada por Dom Edilson Soares Nobre, bispo de Oeiras, Piauí, mostrando uma idosa…