Neymar, o pai e os seus avencas estão morrendo de rir de todos nós
Entre prós e contras, parece que no Brasil e no mundo, nada mais importante aconteceu nas últimas horas a não ser o comercial do Neymar, veiculado em um dos intervalos do “Fantástico”.
Parece que todos, usando os meios que dispõem, se sentiram no dever e cívica obrigação de dar o seu pitaco, alguns já com teses comportamentais e jurídicas montadas.
Pra morrer de rir falta pouco.
Deve ser exatamente isso, gargalhadas aos montes, que os inventores daquela ação e o próprio jogador, o pai ou o estafe que o cerca, estão fazendo nessa altura.
Se existia um objetivo a ser alcançado, ele foi e foi além dos limites, e continuará sendo assim até que outro assunto, com tamanha importância e impacto tome o seu lugar.
Perdemos todos. Ah, esqueci de dizer: no mesmo domingo do comercial, Neymar e Bruna comemoraram o aniversário dela. A festa durou 12 horas.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em ESPORTE

Checar também

Aquidauanense recebe o Coxim pela segunda rodada da Série B no sábado

O Aquidauanense volta a campo no próximo sábado, no Estádio Noroeste, em Aquidauana, para …