Neymar, o pai e os seus avencas estão morrendo de rir de todos nós
Entre prós e contras, parece que no Brasil e no mundo, nada mais importante aconteceu nas últimas horas a não ser o comercial do Neymar, veiculado em um dos intervalos do “Fantástico”.
Parece que todos, usando os meios que dispõem, se sentiram no dever e cívica obrigação de dar o seu pitaco, alguns já com teses comportamentais e jurídicas montadas.
Pra morrer de rir falta pouco.
Deve ser exatamente isso, gargalhadas aos montes, que os inventores daquela ação e o próprio jogador, o pai ou o estafe que o cerca, estão fazendo nessa altura.
Se existia um objetivo a ser alcançado, ele foi e foi além dos limites, e continuará sendo assim até que outro assunto, com tamanha importância e impacto tome o seu lugar.
Perdemos todos. Ah, esqueci de dizer: no mesmo domingo do comercial, Neymar e Bruna comemoraram o aniversário dela. A festa durou 12 horas.

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em ESPORTE

Checar também

Classificado “duas vezes”, Aquidauanense encerra primeira fase com ótimo desempenho contra líderes

Na semana passada, ao vencer o União/ABC por 2 a 0, o Aquidauanense atingiu 15 pontos e ga…