icredi e UEMS inauguram 1º Laboratório de Conservação da Flora Pantaneira na p´roxima quinta-feira (06) na UEMS de Aquidauana.
Você já ouviu falar em Diversidade biológica ou biodiversidade? Esses termos se referem a variabilidade de vida presente no planeta.  Uma diversidade que vem sendo comprometida em velocidade considerada alarmante devido à exploração inconsciente e o crescimento desorganizado de ecossistemas e seus recursos.
No Pantanal, eleito pela UNESCO como Patrimônio Nacional da Humanidade, estima-se que existam mais de 1800 espécies de plantas, uma vegetação riquíssima que é composta, inclusive, por vegetações vizinhas, como as do Cerrado, da Floresta Amazônica, Mata Atlântica e do Chaco. “Pensado nessa riqueza de diversidade biológica e no fato de que muitas dessas espécies sequer foram estudadas e que, se não forem conservadas, podem ser extintas antes que saibamos qual sua importância, tomamos uma atitude e encontramos um meio de preservar a flora pantaneira”, contou Deisy Lúcia Alexandrino Santos, Coordenadora de Projetis da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS).
Em outubro de 2018, a Universidade procurou a cooperativa Sicredi Pantanal MS e apresentou o projeto para a construção do 1º Laboratório de Conservação da Flora Pantaneira, que por meio de coleta, caracterização e estudo dessa biodiversidade, criaria um banco de germoplasma – local para manter e conservar sementes e outros materiais de multiplicação de espécies vegetais fora do seu habitat natural.
Consciente de sua responsabilidade com o Planeta, o Sicredi aceitou o desafio e contribuiu com o valor necessário para a adequação do prédio que abrigaria o laboratório. “Nós não acreditamos que as empresas estejam aqui só para explorar o mercado, mas para fazer acontecer o futuro. Encontramos na UEMS uma grande parceria para que a gente preserve a flora pantaneira, nosso maior patrimônio natural, uma das maiores heranças que podemos deixar para as futuras gerações”, declarou Emerson Perosa, presidente da Sicredi Pantanal MS.
O sonho se tornou realidade e o Laboratório será inaugurado no próximo dia 06 de Dezembro, pouco mais de um ano após o início do projeto. “Ainda estamos nos equipando, mas já conseguimos realizar pesquisas. Com os recursos para essa área ficando cada vez mais restritos, a parceria com o Sicredi foi fundamental para tornar tudo isso viável”, comemorou a coordenadora Deisy.
Ela lembra que essas plantas, além do valor social, representam um grande valor econômico para a humanidade. “Estas plantas podem constituir a base alimentar, serem fontes de princípios ativos para fármacos, alicerce das atividades agrícolas, pecuárias, pesqueiras, extrativistas e florestais e a base para a estratégia industrial, principalmente de biotecnologia. É extremamente necessário que nós conservemos a diversidade biológica para benefício das gerações presentes e futuras”, explicou.
A cerimônia de inauguração do  Laboratório de Conservação da Flora Pantaneira será dia 06 de Dezembro no próprio laboratório, localizado nas dependências da UEMS em Aquidauana – MS, na  Rodovia Graziela Maciel Barroso (MS 450), km 12,  às 14 horas.

 

› FONTE: Assessoria

PORTAL DE AQUIDAUANA

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em EDUCAÇÃO

Checar também

Nova reitora do IFMS é empossada pelo ministro da Educação

Elaine Cassiano é a primeira mulher a ocupar este cargo A nova reitora do IFMS (Instituto …