Juscelino Gomes Pepi, idade não divulgada, foi preso em flagrante na noite desta sexta-feira (04), no distrito de Camisão, pertencente ao município de Aquidauana, depois de confessar ter matado uma amiga da ex-esposa. A justificativa foi uma suposta interferência da vítima que contribuiu para o fim do seu casamento.

De acordo com as informações que estão contidas no boletim de ocorrência, populares ouviram tiros vindos de uma residência na Rua José Joaquim de Oliveira, ao lado de um campo de futebol. Equipes do 7º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e do 1º SGB (SubGrupamento de Corpo de Bombeiros) foram acionadas e encontraram Roseli Gomes de Queiroz Silva, 43 anos, caída no chão.

A vítima já estava sem os sinais vitais. Juscelino tentou fugir, mas foi detido nas proximidades da casa onde aconteceu o crime. Ele disse que tinha ido apenas com a intenção de conversar com a ex-esposa, tendo levado a arma para se prevenir contra o que chamou de “maus elementos” que frequentam a residência de Roseli.

No entanto, o homem alega que a amiga da ex-esposa passou a xingá-lo e ameaçou chamar a polícia ao vê-lo no local. Como já não se dava bem como Roseli, pois acredita que a influência dela foi decisiva para o fim de seu casamento, vieram os tiros e o desfecho trágico da situação, testemunhada pela própria ex-companheira do autor e pela filha da vítima. Apesar de se dizer arrependido, Juscelino afirma que estava “no limite” com as supostas afrontas de Roseli.

le foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, no Bairro Cidade Nova. A equipe de plantão registrou o caso como “homicídio qualificado por motivo fútil”.

 

Expresso MS

(*Fotos: Juscelino Gomes Pepi, preso em flagrante, e a vítima, Roseli Gomes de Queiroz Silva, a quem ele acusou de ficar de conversa fiada para que a sua ex-esposa terminasse o casamento / Reprodução)

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Destaque

Checar também

Pré-candidatos ao Governo pretendem usar “vaquinha” para arrecadar recursos

Os pré-candidatos ao governo estadual pretendem utilizar a “vaquinha virtual” para arrecad…