A esperada chuva somente deve chegar em Mato Grosso do Sul a partir do dia 12 de outubro, em pleno feriado de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. A queda na temperatura será discreta e as precipitações não serão suficientes para amenizar a situação no Pantanal.

As chuvas serão registradas em todo o Estado, mas de forma  pulverizada, porém, vão aumentar a umidade relativa do ar e amenizar o calor. Segundo o meteorologista Natálio Abrahão Filho da Estação Meteorológica do Tempo da Uniderp-Anhanguera, a chegada de área de instabilidade será acompanhada de fortes ventos e há risco de queda de árvores.

Apesar da irregularidade, as chuvas vão amenizar a situação na região do Pantanal, que padece com o calor e o tempo seco e 23% do bioma em MT e MS já foram consumidos pelas chamas, o equivalente a 3,4 mil hectares. Porém, ainda não serão suficientes para colocar fim ao problema.

De acordo com o meteorologista, as chuvas serão registradas até dia 16. Apesar do “refresco”, o sul-mato-grossense deve se preparar para mês de novembro, que terá temperaturas tão elevadas como as atuais. – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em Clima

Checar também

La Niña se aproximando? MS terá chuvas intensas e mais frio em novembro

  O Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima) divulgou, nesta sexta-feira …