Motorista de uma carreta foi morto depois de trocar tiros com agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal), no fim da tarde desta quarta-feira (28), na BR-262, região de Anastácio.

Segundo a PRF, duas carretas foram vistas trafegando juntas na rodovia, em alta velocidade. O condutor de uma delas parou à altura do quilômetro 510, mas a outra desobedeceu a ordem de parada dos agentes e seguiu em direção perigosa, chegando a dirigir pela contramão e colocando em risco a vida de outras pessoas. Os veículos que vinham no sentido contrário chegavam a trafegar pelo acostamento ou até mesmo a sair da pista, para evitar colisão frontal.

Após ignorar várias vezes os pedidos para que parasse, o motorista da carreta efetuou de dentro da cabine um disparo contra a viatura da PRF. Os agentes, sem outra alternativa, dispararam contra os pneus do caminhão e conseguiram, então, obrigar o condutor a interromper a fuga.

Ele parou sobre a pista de rolamento e, assim que desceu do veículo, efetuou mais tiros contra os policiais rodoviários federais, que revidaram. O homem, que não teve a identidade divulgada, foi alvejado e chegou a ser encaminhado ao Hospital Regional Dr. Estácio Muniz, em Aquidauana, mas não resistiu e morreu pouco tempo depois de dar entrada no local.

A PRF, por meio de nota, destacou que os agentes foram até o limite na tentativa de evitar um desfecho assim para o caso, seguindo a doutrina da corporação. No entanto, a partir do momento em que a vida dos policiais foi colocada em risco, tiveram de agir “com uso progressivo da força e em estrito cumprimento ao dever legal”. Nenhum deles ficou ferido durante a troca de tiros. (*Foto: motorista ignorou ordens de parada e ainda disparou contra os agentes – Reprodução)

*Com informações de Giselli Figueiredo/JNE

Compartilhe:
Carregar mais Artigos Relacionados
Carregar Mais por Redação
Carregar Mais em ANASTÁCIO

Checar também

Ladrões furtam caixas registradoras com dinheiro de supermercado em Anastácio

Supermercado localizado na Avenida da Integração, no centro de Anastácio, foi arrombado po…